O efeito da estética-usabilidade: por que produtos bonitos são preferidos aos “funcionais"

Atualizado: 19 de ago. de 2021

Projetos dotados de boa estética são percebidos como “mais fáceis de usar” do que projetos menos estéticos.



O efeito de usabilidade estética descreve um fenômeno no qual as pessoas percebem designs mais estéticos como mais fáceis de usar do que designs menos estéticos. O efeito foi observado em vários experimentos e tem implicações significativas em relação à aceitação, uso e desempenho de um objeto.



Os pesquisadores Masaaki Kurosu e Kaori Kashimura, do Hitachi Design Center, estudaram esse efeito pela primeira vez em 1995. Eles testaram 26 variações de uma IU de ATM, pedindo aos 252 participantes do estudo que classificassem cada projeto em termos de facilidade de uso e apelo estético. Concluiu-se que os usuários são fortemente influenciados pela estética de qualquer interface, mesmo quando tentam avaliar a funcionalidade subjacente do sistema. Em seu livro Emotional Design, Don Norman explora esse conceito em profundidade, pois ele se aplica a objetos do dia-a-dia.



A estética também desempenha um papel importante na forma como o design é usado. Projetos estéticos são mais eficazes em promover atitudes positivas do que projetos com a estética mal resolvida; e tornam as pessoas mais tolerantes com os problemas de projeto. Considere os produtos da AppleiTunes, iMovie e até mesmo o iPhone não são desprovidos de falhas de usabilidade, mas somos consideravelmente mais tolerantes com eles, do que seríamos com qualquer outro equipamento menos bem projetado.



É comum que as pessoas desenvolvam afeições em relação a designs que promoveram atitudes positivas e, raramente reagem da mesma forma aos designs que promoveram atitudes negativas. Relacionamentos pessoais positivos com um design evocam sentimentos de afeto, lealdade e paciência junto ao consumidor — fatores significativos na usabilidade a longo prazo e, sobretudo, para o sucesso de vendas de um produto.


Interfaces esteticamente agradáveis ​​valem o investimento, principalmente quando você já tem um concorrente no mercado. Projetos visualmente bem resolvidos atraem os usuários, fazendo com que seu site pareça organizado, bem projetado e profissional. Os usuários são mais propensos a querer experimentar produtos visualmente mais atraentes, bem como se tornam mais pacientes com os eventuais aspectos adversos. No entanto, forma e função devem trabalhar juntas. Quando as interfaces sofrem problemas de usabilidade ou mesmo quando a usabilidade é sacrificada em detrimento da estética, em ambos os casos, os usuários tendem a perder a paciência. A estética deve sempre apoiar e aprimorar o conteúdo e a funcionalidade do produto. Um bom design deverá sempre zelar por uma boa experiência do usuário.


Fonte: Abhishek Chakraborty - The Sunday Wisdom