Latas usadas e amassadas esculpidas no estilo tradicional da porcelana da dinastia Ming

O escultor, pintor, fotógrafo e videoartista chinês Lei Xue frequentemente explora a tensão inata entre a tradição passada e a modernidade em seu corpo diversificado. Uma série que ilustra esse interesse na relação entre o antigo e o novo é Drinking Tea, uma coleção criativa e bem humorada que representa esculturas de latas usadas e amassadas.



Cada escultura foi trabalhada por Xue para se parecer com uma lata amassada, descartada. Feitas em porcelana branca e com padrões e motivos pintados em azul, as peças são claramente inspiradas nas peças da Dinastia Ming, dando um toque divertido e contemporâneo à cerâmica tradicional.



Como sua abordagem estética, a escolha do assunto por Xue — recipientes para bebidas também está enraizada na história. Segundo a Galeria Martina Deterrer, “a necessidade humana de beber manifesta-se tanto na forma exterior das latas como no seu design. Ele é atemporal e perdura por toda a história da humanidade.” Ele compara o atual consumo de bebidas enlatadas ao consumo de chá durante a Dinastia Ming, observando semelhanças entre a frequência com que bebemos e o menosprezo que temos pelos próprios recipientes.




Além do estilo e do contexto histórico do ato de beber chá, o processo por trás das latas de porcelana também comunica as visões de Xue sobre o passado e o presente. Ao contrário das latas reais, as peças reinterpretadas não foram produzidas em massa ou fabricadas em uma fábrica. Eles foram esculpidos e pintados inteiramente à mão, uma prática próxima e cara ao artista. Você pode ver mais de suas impressionantes esculturas feitas à mão no Artsy, bem como no site da Galeria Martina Deterrer.


Fonte: My Modern Met