Peterson Stoop: uma abordagem sustentável para a produção de calçados

Uma segunda vida para tênis velhos e descartados


A marca Peterson Stoop, com sede em Amsterdã, é pioneira em uma abordagem sustentável para design e produção de calçados. Fundada por Jelske Peterson e Jarah Stoop, e apoiada por uma pequena equipe de estagiários e artesãos, a marca dá uma segunda vida aos tênis descartados.



“Tendo adquirido um conhecimento sólido de técnicas tradicionais e materiais duráveis ​​por meio do trabalho em uma oficina de conserto de calçados e curtume de couro, estabelecemos a Peterson Stoop”, diz sua página na web. “Por meio de nossa experiência em conserto de calçados, constatamos que os tênis são descartados e substituídos, em vez de consertados. Em 2016 desenvolvemos nosso conceito atual; concebido como uma forma de enfrentar a questão dos resíduos na indústria do calçado.”



Desconstruindo os tênis vintage e reconstruindo-os com materiais naturais


Concentrando-se em cada etapa do processo de produção do calçado, a Peterson Stoop desconstrói tênis vintage e os reconstrói com materiais naturais, incluindo cortiça e couro. Ao produzir calçados desejáveis ​, éticos e ecologicamente corretos, pretendem contribuir com o setor para um futuro mais sustentável.


Para criar os sapatos, a Peterson Stoop firmou parceria com uma empresa social com sede na França, especializada na coleta, triagem e reciclagem de todos os tipos de têxteis e calçados. Em seu maior centro de triagem, 50 toneladas de tecidos e roupas são classificadas diariamente, das quais 5 toneladas são calçados. A equipe dirige e recolhe diretamente os sapatos e depois os transforma em novos.



Seu último projeto, que atualmente está em fase de pré-venda, é o PS SYNERGY MULE, um calçado que combina a sola de uma sandália Birkenstock com NIKE AF1 e chapéus de coco Adidas Stan Smith. As peças do padrão são costuradas para criar o que eles chamam de uma nova pele. A peça resultante é uma mule única que mostra a mão do primeiro fabricante nos pontos não picados. A entrega é limitada a 100 peças e todas são numeradas e vêm com cartão personalizado, manuscrito, e embalagem reciclada.



Fonte: Designboom